PESQUISE NESTE BLOG

Carregando...

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Catedral Metropolitana do Sagrado Coração de Jesus - Londrina/PR

“A presença da Igreja Católica na área onde seria construída a cidade de Londrina remonta a 1929 quando a região começou a ser procurada e povoada. Naquele ano foi criada a Paróquia de Sertanópolis, foro eclesiástico que atendia grande parte do chamado Norte Novo e Norte Novíssimo do Paraná (...)”.
No dia 09 de março de 1934, o povo de Londrina comemorava a realização de seus anseios. Dom Fernando Taddei veio à Londrina para criar a nova Paróquia, trazendo em sua companhia o Pe. Erasmo Raabe, superior dos palotinos e Pe. Carlos Dietz, então nomeado primeiro pároco”.
“A primeira Missa campal foi celebrada no dia 11 de março com um altar sob a capela feita de palmito, erguida em uma clareira na mata, local destinado para acolher a primeira Igreja. Foi durante essa Missa que Dom Fernando Taddei escolheu o Sagrado Coração de Jesus como padroeiro da nova Paróquia, oferecendo uma imagem para ser colocada na Igreja que seria erguida. Essa imagem permanece carinhosamente exposta na Capela atual (...)”.
“No dia 1º de abril de 1934, um grande cruzeiro em madeira foi erguido em frente ao local onde seria construída a nova Igreja. A planta foi fornecida pelo Dr. Willie Davids”.
“Uma grande festa no dia 19 de agosto de 1934 marcou a inauguração solene da Igreja Matriz abençoada pelo Pe. Erasmo Raabe, representando o Bispo de Jacarezinho. Com o passar dos meses, melhoramentos significativos foram sendo introduzidos na Igreja como a instalação de dois sinos, doados pelas famílias Dequeche e Udihara”.
“Em 1937, a igrejinha de madeira já não mais comportava abrigar o número crescente de fiéis e tornou-se imperiosa a construção de uma igreja maior. Foi constituída uma comissão para cuidar da construção da nova Matriz em alvenaria”.

“A pedra fundamental da nova Matriz foi lançada no dia 13 de fevereiro de 1938, no mesmo local da Igreja anterior. Na ocasião foi elaborada uma ata assinada pelos participantes do evento. Esse documento foi colocado na pedra fundamental da Igreja, e quando ela foi derrubada para dar lugar à outra, a ata foi encontrada intacta e permanece guardada nos arquivos da Catedral. Também foram resgatados os projetos com o detalhamento arquitetônico da edificação, os quais passarão por um processo de restauração para efeito de registro histórico (...)”.
“A construção da Matriz continuou até 1943, quando ficou pronto o telhado. Sua inauguração aconteceu no dia 24 de outubro daquele ano, ainda sem o forro. Somente em fevereiro de 1945 a Igreja foi rebocada e as duas torres ficaram prontas em 1949 (...)”.
“No dia 1º de fevereiro de 1956, o Papa Pio XII criou as dioceses de Londrina e Maringá e no dia 17 de fevereiro de 1957, Dom Geraldo Fernandes tomava posse como primeiro Bispo de Londrina. No dia 12 de outubro foi lançada a campanha para a construção da Catedral Metropolitana de Londrina. A obra iniciou-se vagarosamente e, em junho de 1968, a Igreja Matriz antiga, de material, começa a ser totalmente demolida. A nova Igreja, que é a atual foi projetada pelos arquitetos paulistas Edoardo Rosso e Yoshimasa Kimachi”.
“A Catedral de Londrina, alicerçada em pedra e cimento e estruturada no aço, no ferro e no alumínio, é um verdadeiro monumento de arte e de fé. Moderna e Majestosa, é um oásis da piedade e da solidariedade para aqueles que acreditam no poder da oração[1]”.
Parte frontal desta incrível Catedral Metropolitana.
Interior: Divino, aconchegante e pacífico.
Laterais, visão a partir do interior da Catedral.
Vitral em tamanho incrível, na frente da Catedral.


[1] Disponível em: http://www.catedrallondrina.com.br/historias/index.htm Acesso em ago. de 2015.