PESQUISE NESTE BLOG

Carregando...

quarta-feira, 5 de março de 2014

Museu de Marinha - Lisboa/Portugal


“Foi o Rei D. Luís, o único monarca português que comandou navios, quem começou a escrever a história do Museu de Marinha. A 22 de Jul. de 1863, decreta a constituição de uma coleção de testemunhos relacionados com a atividade marítima portuguesa. O museu nasceu da vontade manifestada por este monarca, de enorme sensibilidade artística e cultural, em conservar um passado histórico, tão presente, ainda, na memória coletiva nacional”. 
“Mas o Museu também reflete o louvável esforço de preservação, que se observou durante os séculos XVI e XVII. Foi o caso da Rainha D. Maria II, que em muito contribuiu para a constituição do núcleo de peças inicial deste museu, ao oferecer à Real Academia dos Guardas-Marinha - predecessora da Escola Naval - os modelos de navios existentes no Palácio da Ajuda”. 
“Inúmeras diligências são efetuadas, desde a concentração e conservação da coleção junto da Biblioteca de Marinha, até à tentativa de criação e instalação de um Museu Nacional de Marinha, entregue à direção da Liga Naval Portuguesa/1909 (...)”.
“O Museu Naval Português assume-se como projeto museológico decorrente da antiga coleção, começada a reunir desde o século XVIII, tomando forma a partir de 1934, albergado provisoriamente na Escola Naval, torna-se uma componente ativa de formação. É, também, neste mesmo ano que se cria uma comissão instaladora para conceber o anteprojeto e o programa de obras do edifício anexo ao Mosteiro dos Jerónimos (...)".

"Foi, pois, a 15 de Agosto de 1962 que o Museu de Marinha abriu oficialmente as suas portas, nas alas norte e poente do Mosteiro dos Jerónimos, junto do qual se construiu, mais tarde, um amplo pavilhão para exposição das galeotas e um complexo destinado à direção e serviços”.  
“Rodeado de enorme solenidade, este momento foi o culminar da concretização de um antigo sonho. No dia da sua inauguração foi publicado no Diário de Notícias, com direito a destaque de primeira página, o seguinte: ‘Com a presença do chefe de Estado e em cerimônia de envergadura, sobejamente justificada pela importância e pelo significado português de tudo quanto está relacionado com os oceanos, é hoje inaugurado o Museu de Marinha[1]”.
 




[1]   Encontrado em: http://museu.marinha.pt/Museu/Site/PT/SobreMuseu/Historial/.
       Página oficial: http://museu.marinha.pt/museu/site/pt Acesso em: agosto de 2012.