PESQUISE NESTE BLOG

Carregando...

domingo, 10 de novembro de 2013

Convento Franciscano/ Igreja Stª Maria dos Anjos - Penedo/AL


Foi construída entre os séculos XVII e XVIII por Frades Franciscanos, pioneiros na transmissão da fé cristã.
“A construção da Igreja de Santa Maria dos Anjos, juntamente com o Convento Franciscano de Santa Maria dos Anjos (antigo Convento de São Francisco), teve início em 04 de outubro de 1682, após os Franciscanos terem recebido novos pedidos da população daquela Vila. No referido templo religioso funcionou o Centro de Música Sacra Erudita e Escola de Santeiros que foi o núcleo fundamental da maior importância na educação das letras, da cultura e das artes da Província Alagoana. Toda obra durou cerca de noventa e nove (99) anos (1660 até 1759), para ser concluída”.
“No ano de 1784, foi executada no teto da Igreja, uma excelente obra (pintura ilusionista) com a assinatura de Libório Lázaro Lial Alves e, de qualquer ponto que a pessoa esteja naquele recinto, quando se olha para a pintura os olhares de Maria e dos Anjos acompanham. Trata-se de uma obra barroca que possui no Frontispício diversos ornatos em cantaria. A torre recuada, caracteriza a Escola Franciscana do Nordeste. Seu interior é todo em estilo barroco e rococó, possui entalhes folheados a ouro, características fortes visualizadas no Altar Central, nos dois Altares Laterais e na Coroa Portuguesa, situada na parte superior da nave principal. O Púlpito é decorado com pátina dourada e concha de jacarandá”.
“O belíssimo Altar-mor do século XVIII; tem algumas colunas retorcidas dentro do estilo jônico, é feito com madeira entalhada e pintado (douramento com ouro brunido) com ouro em pó misturado com clara de ovo e óleo de baleia e, infelizmente, com a ausência do trono eucarístico, características das igrejas barrocas”.
“O Frontispício do Templo possui diversos ornatos em cantaria e no seu interior os elementos artísticos estão integrados com a arquitetura, com uma influência das Igrejas Baianas. Todos os elementos internos são feitos em madeira policromada, sendo alguns revestidos em folha de ouro, e estão dentro de uma linguagem artística e histórica da localidade”.
“Na Sacristia há um belo lavatório de pedra trabalhada que é um primor em arte. Algo de grande valor são as imagens de Santa Maria dos Anjos, São José e em especial São Francisco de Assis (...).
“Em 1941, tombada pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), a igreja está integrada com o Convento Franciscano de Santa Maria dos Anjos, Prédio da Ordem Terceira com Capela e o Museu de São Francisco  (possui móveis antigos, relacionados à história da Ordem Franciscana). Um amplo pátio abre caminho às salas que estão peças sacras antigas e outros objetos interessantes e curiosos, como por exemplo, o ferro de fazer hóstia e a imagem de São Francisco de Assis tocando violino. A Igreja Conventual, cujo orago é a Santa Maria dos Anjos (Padroeira oficial da Ordem Franciscana), é uma riqueza em arte barroca[1]”.